Meu último Teorema
Índice


.........................................................................................

Eu quero deixar aqui, sem demonstrar, um interessante Teorema.
Pierre de Fermat (1601-1665) também deixou um teorema sem prova.
Este teorema é conhecido como o último teorema de Fermat. Escrevendo a um amigo Fermat dizia que não lhe escrevia a prova do teorema porque não caberia na margem do livro. Fermat dizia que a prova era muito bonita e admiravelmente simples.
.........................................................................................

O último teorema de Fermat foi dado como resolvido em 1995 após 358 anos depois de ter sido apresentado. O matemático britânico Andrew Wiles apresentou uma prova em 1993 que não foi aceita pela comunidade matemática por conter alguns erros. Em 1995, finalmente a prova foi aceita e Wiles recebeu o prêmio deixado por Paul Wolfskehl de 1906. Eu pessoalmente não acredito que a prova de Wiles seja a prova de Fermat, por uma série de razões, por exemplo, Wiles usa conhecimentos matemáticos que Fermat não tinha. A prova de Wiles é muito trabalhosa e complexa e a de Fermat não (ou teria Fermat mentido?). .........................................................................................
Acredito firmemente que Fermat tinha um objetivo pedagógico ao não divulgar a prova de seu teorema. Ele queria nos demonstrar alguma coisa. .........................................................................................
Eu acredito firmemente que o conhecimento chegue à humanidade aos saltos dados por alguns homens predestinados. Eu gosto muito de falar da Musa. Ela está em perfeita harmonia com o pensamento grego que eu tanto admiro, mas você pode se referir a um anjo bem mais de acordo com a nossa tradição religiosa tanto judaica como cristã. Vemos com bastante freqüência no Antigo Testamento, na Torá dos judeus, a figura do anjo mensageiro. Aliás,anjo significa exatamente mensageiro. Vemos também a figura dos profetas que anunciam ao povo a palavra do Senhor dos Senhores. .........................................................................................
Os homens têm a liberdade de ouvi-los ou de não ouvi-los. .........................................................................................
Aprendi também com a História que a Liberdade é pré-condição para o desenvolvimento humano. Sem querer definir Liberdade, eu diria que tem Liberdade quem tem a possibilidade de errar. Legislar de forma a impedir que os cidadãos cometam erros é legislar para criminosos e para incapazes. .........................................................................................
Eu me explico. Poderia falar na possibilidade de se possuir uma arma, mas prefiro falar de uma coisa bem mais simples: o éter. O éter etílico ou éter sulfúrico (dietil-éter) é um solvente orgânico e como os nomes insinuam provem do álcool comum tratado com ácido sulfúrico. Eu me arrogo o direito de lhe contar uma pequena história da minha família. Quando eu tinha 11 anos, minha mãe com 41 anos, teve câncer no seio esquerdo. Ela se submeteu a uma cirurgia realizada pelo Dr. Sampaio Góes que retirou completamente todo o seio esquerdo e grande parte da musculatura próxima. Foi um grande sucesso, mas foi uma cirurgia extremamente traumática. Deixou uma enorme cicatriz. Meu pai, que era médico fez todos os curativos necessários em minha mãe. Como primeira providência meu pai comprou uma garrafa (1 litro) de éter. Minha mãe era muito branca e tinha uma pele muito sensível e delicada. Seria de se esperar que os curativos fossem muito dolorosos, mas não foram. O éter remove todos os resquícios do esparadrapo, desobstrui os poros, deixa a pele respirar e não se formam as feridas. Além de tudo o éter não dói, nem na chaga exposta. Sobrou muito éter na garrafa e eu me diverti muito com este éter, entre outras coisas fiz combustível para meus aeromodelos acrescentando óleo diesel e óleo de rícino. Usei para minhas primeiras experiências de química orgânica. Com meu irmão que hoje é médico anestesiamos pequenos animais como lagartixas e coisas do gênero. .........................................................................................
Como o éter é muito útil na extração da cocaína, hoje éter tem a comercialização rigorosamente proibida. Isto não impede a extração da cocaína que infelizmente está cada dia mais presente em nossa sociedade, mas até o cheiro dos hospitais mudou com a proibição do éter. Que o digam os médicos mais velhos, que conheceram enfermarias e ambulatórios, onde o cheiro de éter era o cheiro predominante. Eu disse muitas vezes, que as pessoas que proibiram o éter devem ter ficado velhas, devem ter ficado doentes, devem ter se submetido a cirurgias e devem ter urrado de dor quando lhes fizeram curativos com as dores das chagas abertas pela falta do éter. .........................................................................................
Minha mãe felizmente não conheceu este sofrimento. .........................................................................................
Os hospitais e os doentes perderam o éter, mas nós cidadãos perdemos um pouco de nossa Liberdade, com um benefício muito pequeno no controle da produção de drogas. Na minha opinião a produção de drogas deve ser enfrentada de maneira direta. Não pela proibição dos insumos, agora já se fala na proibição dos precursores. Colocar os policiais no controle de substâncias proibidas é sobrecarregar ainda mais a polícia. A produção e comercialização de psicotrópicos devem ser reprimidas de uma maneira muito mais enérgica, com policiais bem treinados, bem remunerados e através de um efetivo muito maior para realmente fazer frente a este mal tão sério de nossos tempos. Aí veríamos resultados. Hoje vemos produção de cocaína com gasolina e cimento. E aí?
.........................................................................................

A História nos ensina que países que planejaram sua economia e tiraram a Liberdade de seus cidadãos chegaram a um colapso. .........................................................................................
Quem trás a mensagem deve se exercitar na humildade. Mas a sociedade também deve ter a humildade de ouvir as vozes daqueles que nos mostram os caminhos novos. Eu descobri a luz da antimatéria. Eu quis prestar uma homenagem aos povos escandinavos, eu quis colocar este conhecimento nas mãos de um povo que tem um alto senso do coletivo. Se eu não for ouvido, se eu levar para minha cova estes conhecimentos será uma pena, entretanto eu não divulgarei este conhecimento de forma irresponsável. Mas quantos profetas deixaram de ser ouvidos e quantos povos não sofreram por não darem ouvidos a estas vozes proféticas. Faz parte da História da Humanidade...
.........................................................................................

De qualquer forma, eu lhe deixo aqui uma prova de minha inspiração. Eu sei que a minha boca transmite ensinamentos que não são meus. Que no futuro, talvez, eu seja considerado um dos maiores sábios da humanidade... Porém não me considero nem um pouquinho melhor ou mais importante do que você. Se me fosse dado escolher talvez eu não quisesse este fardo. Newton dizia: "Se enxerguei longe era porque estava sobre os ombros de gigantes". Eu entendo perfeitamente as suas palavras. Talvez poucos a entendam, assim como muito poucos entendam que a Lua cai sobre a Terra como se fosse uma maçã!
.........................................................................................

Fermat dizia:
.........................................................................................




.........................................................................................
Para números inteiros, a expressão só é verdade para n=2. .........................................................................................
Eu lhes digo:
.........................................................................................




Para números inteiros, se e somente se n for maior ou igual a m. Ao cubo, então será uma soma de três parcelas. À quarta, então serão quatro parcelas pelo menos, etc. .........................................................................................
Como vimos desde o século XVII grandes matemáticos como o gênio Leonhard Euler ou gênio Carl Friedrich Gauss examinaram o problema. Mas muitos outros o fizeram sem alarde e sem resultado. .........................................................................................
Vamos ver quanto tempo levará para meu último teorema ser provado. .........................................................................................
Será que a humanidade descobrirá a luz da antimatéria antes de descobrir a prova deste meu último teorema?
.........................................................................................
.

Índice