O Peregrino
Caminhando no Hiperespaço
Índice
...........................................................
Eu dedico este artigo ao povo Norte Americano.
Comungo com ele os mesmos ideais de Democracia,
Liberdade, Justiça e igualdade de oportunidades.
Permito-me dirigir a este povo que se tornou
lider mundial porque seguiu seus ideais,
dizendo que esta liderança conquistada durará
enquanto Democracia, Liberdade, Justiça estiverem
em seus corações.

.........................................................................................

Meus artigos tratam de física. Quero deixar, desde já, muito claro que minhas especulações vão até onde vai a física. Eu sei perfeitamente que estamos nos limites do conhecimento humano. Sei também que o conhecimento humano é convergente. A eventual convergência com a filosofia, e até mesmo com certos aspectos religiosos, deixo para as pessoas mais competentes do que eu. .........................................................................................
Se você leu meus artigos terá passado por uma incrível aventura do novo. Há sempre aspectos surpreendentes do desconhecido. Mas há também sempre, a mão segura da coerência e da experiência. O inacreditável não contraria os fatos, pelo contrário, dá explicações, ainda que inusitadas. .........................................................................................
Tenho o conhecimento de que há erros em meus artigos, tenho a humildade de reconhecê-los, mas tenho a mais profunda convicção que há muito de útil no que eu tenho escrito para a melhor compreensão da física. .........................................................................................
Eu me sinto autorizado em falar um pouco do Hiperespaço de uma forma um pouco menos rigorosa pelas décadas de estudos que tenho a respeito. .........................................................................................
Assim, vamos apenas supor um ser que viva num espaço Daled, que viva em quatro dimensões e vamos ver um pouco de sua vida, vamos chamá-lo carinhosamente de Gabriel. .........................................................................................
Muita coisa estranha, para nós do espaço Guimel, acontece com um ser de Daled. .........................................................................................
Vamos considerar um cofre. Vamos considerar um grande cofre de banco. A diretoria do banco resolveu selar a porta do cofre. A porta foi devidamente soldada, foi construída uma parede de concreto junto à porta, fechando a porta de maneira absolutamente hermética. .........................................................................................
Para Gabriel, de Daled, estas providências são absolutamente inúteis. .........................................................................................
Não há nada fechado para Gabriel em Guimel. .........................................................................................
Vamos supor que Gabriel estivesse dentro do cofre quando a porta foi fechada. Para sair Gabriel simplesmente avança um passo na direção W, um eixo de coordenadas impossível para nós. Caminha em Daled na direção X, por exemplo, e quando estiver andado uma distância maior do que as medidas do cofre, simplesmente dá um passo na direção contrária, em Daled, e simplesmente volta ao nosso espaço Guimel. .........................................................................................
Isto às cegas. .........................................................................................
Se Gabriel conseguir ver em quatro dimensões, ele simplesmente sai do cofre em Daled, caminha e volta para nosso espaço Guimel, fora do cofre. .........................................................................................
Eu vou retomar o exemplo da formiga e da mosca, uma de minhas estórias preferidas. .........................................................................................
Vamos supor que uma formiga seja um pequeno animalzinho essencialmente bidimensional. Com boa aproximação isto é verdade. .........................................................................................
Sobre a toalha de uma mesa vamos fazer uma circunferência com giz envenenado, ao redor de um doce, que repousa sobre a toalha. .........................................................................................
Para a formiga o doce está fechado. Ela pode até sentir o aroma do açúcar, mas não pode chegar até o doce sem pisar na marca de veneno de giz. .........................................................................................
Uma mosca, casualmente, voa por lá e percebe o doce. .........................................................................................
A mosca é um animal tridimensional. .........................................................................................
A mosca voa até o doce (por cima da marca de giz) pousa, lambe o quanto quer e vai-se embora. .........................................................................................
A mosca por ser tridimensional voa para cima, na direção Z, que não existe para a formiga, e se afasta. .........................................................................................
Em três dimensões ela faz o que Gabriel faz em quatro. .........................................................................................
Gabriel tem uma caixa, na verdade uma hipercaixa. A hipercaixa está muito bem fechada. .........................................................................................
Miguel é um ser da quinta dimensão. Miguel vive em um espaço Hei (quinta letra do alfabeto hebraico). Miguel vê a fechada hipercaixa de Gabriel. .........................................................................................
Miguel sorri. A hipercaixa de Gabriel, para ele, está aberta!
.........................................................................................

Ele pode colocar a mão dentro da caixa de Gabriel, como nós somos capazes de pegar o doce sobre a toalha, sem que o doce toque a marca de giz. .........................................................................................
Mas isto não é tudo. .........................................................................................
Miguel, como Gabriel, podem colocar sua mão em nosso espaço Guimel, quase como nós podemos colocar a mão dentro de um aquário. Vamos considerar um aquário doméstico. Os peixes vivem tranqüilamente em seu pequeno mundo, seu aquário. Na realidade eles estão presos, confinados em seu mundo líquido. Vamos supor que as paredes de vidro do aquário sejam semi-espelhadas e que eles não possam nos ver. Podemos intervir em suas vidas e vemos perfeitamente o que se passa com eles. Assim como nós para os peixes deste aquário muito especial, Miguel pode nos observar. Pode entrar, ou simplesmente colocar sua mão em nosso espaço Guimel. Pode estar muito próximo, no sentido matemático de distância, mas mesmo assim permanecer invisível e absolutamente fora de nosso alcance. .........................................................................................
Miguel pode nos observar. .........................................................................................
Vamos dar a Miguel mais uma liberdade no sentido físico. .........................................................................................
Miguel não está sujeito como nós a uma dimensão crônica de avanço imperativo, vamos liberta-lo do tempo. Miguel pode então se deslocar no tempo, como nós podemos nos deslocar em uma estrada. .........................................................................................
Nestas condições, Miguel pode ver o momento do nosso nascimento e avançando no eixo do tempo pode ver o momento de nossa morte. Pode retroceder e observar qualquer momento de nossa vida, da mesma forma que podemos observar qualquer ponto de uma estrada. Podemos nos deter em um determinado local de uma estrada e fazer ali uma intervenção: plantar uma árvore, por exemplo. Miguel poderia então chegar em qualquer momento de nossa vida e por exemplo se fazer visível, como nós fazemos ao colocar a mão dentro do aquário. .........................................................................................
Como já foi dito inúmeras vezes, no Cosmos não há passado ou futuro, tudo pode se tornar presente. Para nós só o futuro pode se tornar presente e sempre o presente se torna passado. Não podemos sequer parar no tempo. .........................................................................................
Agora meu caro leitor vou tratar de um dos aspectos mais delicados de tudo o quanto tenho escrito. .........................................................................................
Eu quero apenas focalizar, rapidamente, a premonição humana. .........................................................................................
Com o grau de conhecimento atual que a humanidade possui temos um dilema: ou o ser humano não é apenas matéria ou algum ser do Hiperespaço, não prisioneiro do tempo, nos conta o que vai acontecer. .........................................................................................
A descoberta do Hiperespaço apresenta uma inesperada convergência da Ciência com as mais antigas crenças humanas e como eu tenho dito, de hoje em diante um homem de ciência sério não mais pode ser materialista. Isto destoa do pensamento científico do século XX quando se tentou explicar tudo por química e fenômenos puramente materiais. .........................................................................................
Um novo Horizonte está aberto, a Ciência não será mais a mesma. .........................................................................................
Um segundo aspecto que gostaria de considerar é apenas uma questão de lógica. .........................................................................................
No Hiperespaço tudo é presente e nada pode ficar oculto. Lembre-se da hipercaixa de Gabriel. A Ética se baseia justamente no conhecimento da verdade. Assim eu tenho a mais profunda convicção de que o Cosmos é Ético. .........................................................................................
Acredito que a consciência deste fato faça os homens e seus governantes mais éticos. No Cosmos somos todos irmãos. Estamos todos na vitrine. Estão nos vendo, aos seres superiores do Cosmos é impossível serem ludibriados pelo homem. .........................................................................................
Hipergeometria possibilitará o avanço espetacular da Ciência pela Hiperfísica. O conhecimento do Hiperespaço faz com que certas simetrias e analogias apareçam naturalmente. Ninguém conhece mais a respeito de antimatéria do que eu. .........................................................................................
As considerações a respeito de forças de campo são uma aplicação imediata da Hipergeometria. Cosiderações puramente geométricas. .........................................................................................
Fiz a previsão teórica da aceleração da expansão do Universo, quando todos pensavam que a expansão se desacelerava. O que se confirmou e ainda carece de explicação teórica no mundo acadêmico. .........................................................................................
Descobri a luz da antimatéria, beluz, usando toscos dispositivos caseiros. Ironicamente não tenho à minha disposição verbas de milhões de dólares ou milhões de euros para minhas pesquisas. Trabalhei sempre com modestas verbas possíveis para um pequeno fazendeiro. Comprei muitos livros, tive acesso a excelentes livros, inclusive na Biblioteca da USP. Usei a experiência dos outros e o conhecimento da Hipergeometria. Infelizmente para o mundo acadêmico meu livro Hypergeometry, cujo Copyright eu pedi em 1994, só foi publicado em 2009. Desta forma os melhores físicos do nosso tempo ficaram sem o acesso desta importante ferramenta. Por este motivo minha produção científica foi tão rica, eu trabalhei só.
Fatos como a compreensão da contração do espaço e da dilatação do tempo na teoria da relatividade fluíram sem a menor dificuldade e enquanto escrevo, aos 19 de novembro de 2008, aos meus 62 anos, os físicos ainda não tiveram acesso a estes conhecimentos.
.........................................................................................

Eu guardo em meu coração com muito carinho a esperança de que a Ciência fará o homem melhor, fará seus governantes mais éticos pela sensação de que estamos sendo vigiados por quem não podemos enganar. Aliás tornar o homem melhor era a finalidade da Filosofia dos antigos e clássicos gregos. .........................................................................................
É apenas meu ponto de vista, mas se baseia em duas colunas extremamente poderosas: o conhecimento e a verdade. .........................................................................................
Eu não quero me estender a respeito destes aspectos, nem tenho competência, quero apenas mostrar que no século XXI, na era de Aquário a Humanidade dará um grande salto no Conhecimento. .........................................................................................



A Toca
.

Índice